Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

01 DE OUTUBRO DE 2014

Publicado: Quarta, 01 de Outubro de 2014, 10h58 | Última atualização em Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 21h22 | Acessos: 833

Clipagem ASCOM
Recife, 01 de outubro de 2014

 

:: Jornal do Commercio

Caderno C

Janela para cair na estrada

Quanto mais se aproxima a larga do 7º Janela Internacional de Cinema do Recife, mais ansiosos ficam os cinéfilos da cidade. Ontem, finalmente, o diretor e curador do festival, o cineasta Kleber Mendonça Filho, divulgou os 13 filmes que vão compor a quinta edição da Mostra de Clássicos. Este ano, o festival acontece de 24 de outubro a 2 de novembro. Até então o publico só tivera acesso à programação das Mostras Competitivas de Curtas-Metragens Nacionais e Internacionais.

Mais uma vez, o Cinema São Luiz e o Cinema da Fundação vão sediar as exibições dos filmes. Em 2014, o conjunto de clássicos tem como tema Estradas Perdidas, no qual alguns filmes apresentam estradas reais e imaginárias que marcam a história do cinema mundial. “É uma seleção bem impactante, que levou meses de decisões e indecisões, espera por autorizações e negociações de taxas caras se exibição”, diz Kleber. As copias virão de Taiwan, Austrália, Estados Unidos, Inglaterra, Itália e França, além do Brasil.

Uma das seções mais esperadas será da aventura Os caçadores da arca perdida, de Steven Spielberg, de 1981. Mais de três décadas, o primeiro filme da saga protagonizada pelo antropólogo Indiana Jones voltará a uma sala de exibição recifence. De acordo com Kleber, o longa será mais uma exibição mundial este ano. A primeira foi no espaço Locarno, na Suíça, há pouco mais de um mês; a outra no Janela.

Dos anos 1980aprogramação ainda trás dois filmes que marcaram a época. O australiano no Mad Max 2: a caçada continua mostrou ao mundo um espetáculo de violência sobre rodas que deixou. Os cineastas americanos mortos de inveja, além da confirmação do estrelato de Mel Gibson. O outro é um campeão do cinema de arte: Paris, Texas, de Wim Wenders, ganhador da Palma de Ouro do Festival de Cannes, em 1984, com suas imagens eloquentes das estradas e motéis de quinta categoria, no deserto de em ruínas dos Estados Unidos, e a música plangente de Ry Cooper.

Dos anos 1970, talvez a última era de ouro do cinema mundial, comparecem cinco longas: o aterrorizante Alien, o 8° passageiro, de Ridley Scott; o Cult The rocky horror Picture show, de Jim Sharman; e o doentio O massacre da serra elétrica, de Tobe Hooper, que este ano completa 40 anos. Além deles, duas jóias esquecidas: o australiano Pelos caminhos do inferno, de Ted Kotcheff; e O comboio do medo, de William Friedklin, uma refilmagem do clássico francês O salário do medo.

Para uma geração imediatamente anterior, o anos 1960 não poderiam estar melhor representada em suas religiões que mexeram com o mundo todo. Do Japão chega o marcante Juventude desenfreada, de Nagisa Oshima, e da Itália o deliciosamente liberal Amantes e adolescentes, de Alberto Lattuada. O Brasil entra com Roberto Farias. As explosões sociais e sexuais da década de ganham seu contrário em A filha de Ryan, de David Lean.

O mais antigo da mostra é o clássico juvenil por excelência: Juventude transviada, de Nicholas Ray, que criou a imagem do rebelde James Dean

 

Cinema

Miss Violence (GRE, 2014) – De Alexandros Avanas. Cinema da Fundação – 15h50; 18h30; 16h; 16h10; 18h20; 20h30. Drama. 18 anos.

 

:: Folha de Pernambuco

Guia Folha

Roteirão

Cinema

Miss Violence / De Alexandros Avranas. Com Themis Panou, Reni Pitakki, Eleni Roussinou, Sissy Toumasi. No dia de seu aniversário de 11 anos, Angeliki pula da sacada e morre com um sorriso no rosto. Enquanto a polícia e o serviço social tentam descobrir a razão para o aparente suicídio, a família da menina insiste que foi tudo acidente. Cinema da Fundação:16h10, 18h20, 20h30. 18 anos.

 

:: Diário de Pernambuco

Viver

Cinema

Miss Violence – 18 anos. Cinema da Fundação. 16h, 18h10.

Riocorrente – 16 anos. Cinema da Fundação. 20h20.

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.