Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

02 DE OUTUBRO DE 2014

Publicado: Quinta, 02 de Outubro de 2014, 09h33 | Última atualização em Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 21h22 | Acessos: 852

Clipagem ASCOM
Recife, 02 de outubro de 2014

 

:: Jornal do Comercio

Caderno C

Conflituosas relações de classe

Coincidentemente, dois filmes britânicos de 2010, que pareciam esquecidos pelos distribuidores, ganham lançamento hoje no Recife: Uma lição de vida (The first grader), de Justin Chadwick, no Moviemax Rosa e Silva, e Mais um ano (Another year), de Mike Leigh, no Cinema da Fundação.

Melhor para os cinéfilos: são dois filmes formidáveis. Principalmente Mais um ano, o penúltimo dirigido por Mike Leigh, que esteve no Festival de Cannes em 2010. Este ano, o cineasta voltou ao festival com Mr. Turner, a cinebiografia que deu a Timothy Spall o prêmio de Melhor Ator.

Spall, um dos atores frequentes de Leigh, não faz parte do elenco de Mais um ano. Nesse filme, a vez é de Jim Broadbent, que também é um regular na companhia” do diretor. Mais uma vez é a moderna Inglaterra e suas relações de classe o centro de interesse do Leigh. Composto como uma sinfonia, divide-se em episódios passados durante as quatro estações do ano. Destaque para a palheta de cores do fotógrafo Dick Pope.

Com olho clínico e ouvido privilegiado, Leigh acompanha o casal Tom (Broadbent) e Gerri (Ruth Sheen) por um ano. Felizes, bem de vida e um tanto aristocrático, o casal – ele, engenheiro, ela, psicóloga – é rodeado por problemas corriqueiros de colegas de trabalho e parentes. O que mais o afeta é a depressão da amiga Mary (Lesley Manville, excelente, também sempre presente nos filmes de Leigh), que não sabe lidar com a velhice que se aproxima.

Com um olhar sem paternalismo, Mike Leigh não deixa de apontar os privilégios de poucos e os problemas de muitos (na ótima participação de Imelda Staunton) na velha Inglaterra. (E.B.)

 

Cinema

Mais um ano (another year, ING, 2010). De Mike Leigh. Com Jim Broadbent, Ruth Sheen. Cinema da Fundação – 15h30; 20h; Drama. 12 anos.

Miss Violence (GRE, 2014). De Alexandros Avranas. Com Themis Panou, Reni Pitakki. Cinema da Fundação – 18h. Drama. 18 anos.

 

:: Folha de Pernambuco

Guia Folha

Roteirão

Cinema

Mais um Ano / Cinema da Fundação: 15h30, 20h (qui/ter) / 15h30, 18h(sex/qua) / 14h40, 18h50(sab) / 15h15, 17h45 (dom) / 20h30 (qua). 18 anos.

Miss Violence / Cinema da Fundação: 18h (qui) / 20h30(sex) / 20h15(dom) / 20h30(qua). 18 anos.

 

:: Diário de Pernambuco

Viver

Cinema

Mais um Ano – Casal convive com filho solteirão. 12 anos. Cinema da Fundação.  14h40(sab), 15h15(dom), 15h30(qui,sex), 17h45(dom), 18h(sex,qua), 18h50(sab), 20h(qui,ter).

Miss Violence – 18 anos. Cinema da Fundação. 18h.

 

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.