Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Sala Calouste Gulbenkian reabre com centenário de Clarice Lispector e apresentação do Centro de Estudos de Tropicologia
Início do conteúdo da página

Sala Calouste Gulbenkian reabre com centenário de Clarice Lispector e apresentação do Centro de Estudos de Tropicologia

Publicado: Quinta, 16 de Janeiro de 2020, 10h23 | Última atualização em Quinta, 16 de Janeiro de 2020, 12h14 | Acessos: 1128

A cerimônia está marcada para o dia 29 de Janeiro, às 9h30, no campus Casa Forte da Fundaj

 

Voltando a fomentar grandes debates, a sala Calouste Gulbenkian, Fundação Joaquim Nabuco campus Casa Forte, reabre suas portas no próximo dia 29 de Janeiro, às 9h30. Fechada para reforma em 2019, a inauguração da nova estrutura - doada pela Fundação Calouste Gulbenkian - sediará a cerimônia de apresentação do Centro de Estudos de Tropicologia, aprovado em reunião de Conselho Diretor (Condir). Ainda dentro da programação, celebrando o centenário de Clarice Lispector, a coordenadora do Seminário de Tropicologia, Fátima Quintas, apresentará uma palestra sobre a obra da autora. O evento será aberto ao público.

O Centro de Estudos de Tropicologia, integrando o Complexo Cultural Gilberto Freye, terá como tônica o trabalho desenvolvido pelo sociólogo ao longo da vida. Nesse aspecto, serão levados em conta não somente os estudos dos trópicos, mas toda a ciência, filosofia e arte que envolve o homem situado neles. “Com o Centro, Gilberto Freyre, o criador da Fundaj, ganha um espaço para ser estudado. Este é mais um reconhecimento ao mestre de Apipucos”, explica o presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos.

Já sobre Lispector em seu centenário, a vida pessoal e riqueza na literatura estarão em pauta ao longo da fala de Fátima Quintas. “Pretendo falar de Clarice dentro da angústia existencial, porque ela realmente se debruçou sobre essa questão, indo a fundo. A angústia no próprio texto, pela ausência de respostas na existência, serão alguns dos pontos debatidos”, explicou. Quintas é autora do livro “Nervo Exposto”, onde rememora e dá luz à linguagem “clariciana”.

 

Serviço

Reinauguração da sala Calouste Gulbenkian

Fundação Joaquim Nabuco campus Casa Forte

Data: 29 de janeiro de 2020

Horário: 9h30

Evento aberto ao público

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.