Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Publicações sobre práticas pedagógicas e políticas educacionais são lançadas em Live da Diretoria de Pesquisas Sociais
Início do conteúdo da página

Publicações sobre práticas pedagógicas e políticas educacionais são lançadas em Live da Diretoria de Pesquisas Sociais

Publicado: Quarta, 22 de Setembro de 2021, 13h16 | Última atualização em Quarta, 22 de Setembro de 2021, 13h16 | Acessos: 132

Artigos concebidos pelo 6º Encontro de Pesquisa Educacional em Pernambuco (epePE) foram organizados em dois e-books e serão disponibilizados gratuitamente para o público 

Os e-books “Práticas Pedagógicas e Formação de Professores, em contextos diferenciados” e “Política e Gestão da Educação, pesquisa educacional em Pernambuco” foram lançados nesta terça-feira (21). Diagramados pela Editora Massangana e produzidos pela Diretoria de Pesquisas Sociais (Dipes) da Fundaj, os títulos surgiram dos debates do 6º Encontro de Pesquisa Educacional em Pernambuco (epePE), realizado em 2016. A Live de lançamento foi transmitida pelo canal da Fundaj no YouTube, e promoveu também a divulgação do 8º epePE, que ocorre de 23 a 25 de novembro.

“Este tempo aqui é um 'esquenta' para o próximo epePE. As discussões nesses eventos têm sido muito ricas, e entendemos que a formação da rede em torno da programação permite que pensemos na educação e suplantemos suas dificuldades”, abriu a Live, o diretor da Dipes da Fundaj, Luís Henrique Romani.

O 6º epePE aconteceu na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), localizada em Petrolina. Junto às margens do Rio São Francisco, a edição do ano de 2016 celebrou a interiorização do evento e contou com mais de 700 participantes. Dos trabalhos inscritos no evento, surgiram três publicações. Uma já foi lançada e o lançamento das outras duas acaba de se concretizar na atividade em questão. “Os livros estarão disponíveis de forma totalmente online em breve. Entre os 440 trabalhos daquele ano, 45 foram selecionados para as publicações. Os mesmos refletem a produção acadêmica de Pernambuco e também da Bahia”, afirmou a mediadora da Live, a pesquisadora da Dipes Cibele Rodrigues.

Livros
Sobre o conteúdo do “Práticas Pedagógicas e Formação de Professores, em contextos diferenciados”, o professor Ednaldo Tôrres, da Univasf, foi convidado a apresentar. “Para essa obra foram selecionados 15 artigos. No conteúdo, temos como eixo o plano nacional comum curricular, trazendo um retrato para nortear essa base no estado de Pernambuco. E já que passamos pelo Centenário dele, destaco ainda, a importante contribuição de Paulo Freire nos artigos da obra. Dessa forma, passamos por temas como a educação de jovens e adultos, alfabetização e sociedades camponesas”, afirmou.

Assim como o anterior, o “Política e Gestão da Educação, pesquisa educacional em Pernambuco” também conta com 15 textos. Ele apresenta um material sobre políticas educacionais no geral, e sobre programas educacionais locais e nacionais da época. “Em meio às constantes crises educacionais, não pregamos uma utopia, mas lembramos que é possível construir uma boa educação, se fizermos isso com respeito. Assim, uma das questões abordadas no capítulo em que pude contribuir é o debate sobre a importância dos professores serem ouvidos, no intuito de construirmos uma boa prática docente”, destacou um dos autores dos textos, o doutorando em educação da UFPE, Thiago Rodrigo. 

Ao final, foi feito o convite para o próximo epePE. Com a temática “Educação: esperançar em tempos de crises”, a programação abordará os dilemas dos tempos pandêmicos e discutirá as políticas. “Nesta edição, estamos expandindo horizontes. Abrimos inscrições para relatos de experiências, e teremos o primeiro epePE totalmente virtual da história”, afirmou a pesquisadora da Fundaj e coordenadora do epePE, Verônica Fernandes.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.