Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Domingo dos Pequenos aborda diversidade indígena no dia 26
Início do conteúdo da página

Domingo dos Pequenos aborda diversidade indígena no dia 26

Publicado: Quinta, 23 de Setembro de 2021, 15h00 | Última atualização em Quinta, 23 de Setembro de 2021, 15h00 | Acessos: 193

Edição de atividade do Museu do Homem do Nordeste, da Fundaj, integra programação da 15ª Primavera dos Museus


Não há data que dê conta da diversidade dos povos originários do Brasil. Por isso, o Domingo dos Pequenos, do Museu do Homem do Nordeste (Muhne), aborda o tema “Os indígenas”, no próximo dia 26 de setembro. A atividade promovida pela Coordenação de Ações Educativas e Comunitárias do Muhne e destinada a crianças e aos adolescentes passeia por algumas das 305 etnias existentes no País. Nesta edição, a iniciativa integra a 15ª Primavera dos Museus, que reflete sobre “Museus: Perdas e Recomeços”.

As produções serão publicadas no canal da Fundação Joaquim Nabuco, no YouTube, e nas redes sociais do Muhne. “Quanto mais nos aproximamos das narrativas, das construções e das culturas dos povos originários em lugares de memória, como os museus, mais a gente reage a favor da escuta e difusão destas populações que deram origem à sua escrita, à sua história e precisam chegar a todos os lugares e pessoas de forma respeitosa e feliz”, explica a coordenadora de Ações Educativas e Comunitárias, Edna Silva.

Abrindo a edição, às 10h, a meninada acompanha a contação de história “As serpentes que roubaram a noite”, do escritor indígena Daniel Munduruku. “Além de apresentar um mito da cultura Munduruku, esta atividade tem como proposta principal auxiliar na quebra do estereótipo imposto ao indígena brasileiro: essa ideia de que para que ele seja considerado como tal deve morar apenas em aldeias, viver unicamente da caça e da pesca e ter uma única característica física”, explica a educadora Olga dos Santos.

Na sequência, às 12h, a educadora Ana Rafaela apresenta algumas curiosidades dos povos indígenas de Pernambuco. Ao todo, o estado conta com 12 povos: Atikuns, Funi-ôs, Kambiwás, Kapinawás, Pankaiukás, Pankararus, Pankarás, Pipipãs, Potiguaras, Trukás, Tuxás e Xucurus. “É importante que as crianças entendam que indígena não é coisa do passado. Na atividade, eles vão conhecer as possibilidades da vivência indígena e curiosidades sobre alguns dos povos de Pernambuco”, reforça a educadora.

Serviço
Domingo dos Pequenos: os indígenas
15ª Primavera dos Museus
Data: domingo, 26 de setembro de 2021
Horário: 10h e 12h
YouTube da Fundaj e redes sociais do Muhne

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.