Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Os Diários > Profissões e momentos de crise - 27/06/2020
Início do conteúdo da página

Profissões e momentos de crise - 27/06/2020

Publicado: Sábado, 27 de Junho de 2020, 02h02 | Última atualização em Sábado, 27 de Junho de 2020, 10h20 | Acessos: 279




Algumas constatações óbvias. O número de doidos aumenta em momentos extremos e o número de contabilistas diminui.
Em momentos limite, não se conta pelos dedos: grita-se.
O pedido de socorro foge a qualquer cálculo aritmético.
Já o número de alpinistas aumenta em tempos perigosos.
Numa situação geral de perigo, o alpinismo torna-se uma actividade quase entediante.
E o último dado importante, referente às bailarinas.
É sob pressão que os artistas mais acertam. A bailarina pouco cai quando a queda é perigosa.
Só se cai por distracção, excesso de confiança ou tédio.

- Gonçalo M. Tavares

Diário Visual e Gráfico

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.