Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pesquisa > APRESENTAÇÃO
Início do conteúdo da página

APRESENTAÇÃO

Publicado: Sexta, 15 de Março de 2019, 15h16 | Última atualização em Terça, 26 de Novembro de 2019, 17h07 | Acessos: 618

APRESENTAÇÃO

Após o desastre tecnoindustrial do rompimento da Barragem de Rejeitos do Córrego do Feijão em Brumadinho-MG ocorrida em 25/01/2019, a Fundaj, por meio do seu Centro Integrado de Estudo Georreferennciados (CIEG) da Diretoria de Pesquisas Sociais (Dipes) vem reunindo esforços de pesquisa em caráter emergencial no sentido de:

  1. Mapear o avanço da pluma de contaminação do solo e da água (rio Paraopeba e Represa de Três Marias), utilizando imagens dos satélites CBERS-4 (brasileiro), Sentinel-2 (francês) e LandSAT OLI 8 (norte-americano) e combinando diversas técnicas de Processamento Digital de Imagem em Sensoriamento Remoto (PDI);
  2. Elaborar pesquisa preliminar sobre possíveis impactos em diferentes cenários, tomando os seguintes temas como objeto de estudo:

2.1 Meio Ambiente: principais ecossistemas ligados ao rio São Francisco, em especial as unidades de conservação federal do bioma Caatinga;

2.2 Economia: levantamento das cadeias distintas cadeias produtivas, incluindo as indústrias e agronegócios diretamente vinculados ao consumo da água;

2.3 Saúde Pública: infraestrutura atual e possíveis novas demandas face às enfermidades que tais contaminantes possam causar a médio e longo prazos, considerando-se, por exemplo, a comprovação de contaminação da água por metais pesados;

2.4 Pesca artesanal: possíveis e atuais efeitos nas comunidades ribeirinhas que têm na pesca sua principal fonte de renda, como já está ocorrendo no rio Paraopeba a jusante do ponto de contato com o derramamento de rejeitos (ver Nota Técnica Fundag/CIEG Nº 02.2019) e relatos de pescadores da Represa de Três Marias.

Imagem 1 detalhe

Carta-imagem do avanço da lama e do fluxo de contaminação - Brumadinho entre 27 e 29/01

ARTICULAÇÃO COM OUTRAS INSTITUIÇÕES PARCEIRAS

Université de Toulouse III Paul Sabatier, Toulouse, França, Centre d’Etudes Spaciales de La Biosphére (CESBIO).

Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Conhecimento em Saúde Pública e Desastres, Rio de Janeiro.

Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE).

 

Notas Técnicas:

1ª Nota Técnica

2ª Nota Técnica

RELATÓRIO FINAL DA PESQUISA EMERGENCIAL MONITORAMENTO GEOESPACIAL DO RISCO DE CONTAMINAÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO PÓS-BRUMADINHO

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.